Central Sindical
 
UNIÃO SINDICAL DOS TRABALHADORES
 
ust@ust.org.br
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 


 

 
 

 
 
UST realiza reunião de balanço da regional UST Bahia
 

A direção da UST Bahia reuniu com Presidente Carlos Borges e o Izidório do Sindicato dos Aposentados - CBAPI, na sede Nacional da UST em São Paulo com o objetivo de realizar um balanço da ação sindical e avaliar a conjuntura para 2015, o Diretor Nacional Klébio de Oliveira da central Baiana, fez balanço da agenda de filiações no Estado.  Também foram definidas estratégias de luta para o ano de 2015 e as coordenações que vão conduzir os trabalhos da regional no próximo até o fim do ano. Carlos Borges avaliou como positivo esse encontro com o dirigente , pois é o momento que a central dialoga e pensa de forma coletiva e mais abrangente como farão as lutas e quais são as demandas de cada região do estado.

 
 
 
 

 
CBAPI recebe apoio na reunião de organização das lutas
 
Central Brasileira Aposentados Pensionista Idoso
 

Foi realizada nesta quinta-feira, 13 agosto 2015, a primeira reunião da Comissão de organização da CBAPI – Central Brasileira dos Aposentados para organizar a luta dos aposentados.  A reunião de trabalho contou com a presença da Vereadora Bete Siraque, e também marcaram presença: EX-DEPUTADO Siraque; o Presidente da UST, Carlos Borges; a secretaria, Vanilda Martins; Diretora das Mulheres, Telma Solange; o Diretor Sindical, Adauto Alves e Izidoro Santos.
Entre os principais pontos de pauta estiveram conjuntura e atividades da CBAPI, a reorganização do movimento dos aposentados, além da participação dos eventos da UIS – União Sindical  internacional dos aposentado que ocorrerá em 30 de setembro no Equador, finanças e reuniões e planejamento dos grupos de trabalho. CBAPI abre o debate para realização de importantes mobilizações contra a retirada de direitos dos aposentados e pensionistas. Parcela da coordenação nacional presente no debate sobre conjuntura avalia que as crises conjunturais tendem aplicar medidas que imporão mais ataques aos trabalhadores aposentados, por esta razão vamos lutar para consolidar as políticas publicas voltada para os aposentados e pensionistas.
 
COMITÊ CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA LINHA 5
 
Metro São Paulo

Nesta terça-feira 11 de agosto 2015, realizou uma reunião na sede do Sindicato dos Metroviários de São Paulo para de formar um Comitê Contra a Privatização do Metrô. Sindicatos, Centrais Sindicais, movimentos sociais, associações e todos aqueles contrários à privatização do metrô serão convidados para o encontro. Após o anúncio feito pelo governador Geraldo Alckmin, no dia 21 de julho, de que pretende privatizar a Linha 5-Lilás do metrô, o Sindicato iniciou atividades para barrar a entrega da linha à iniciativa privada.

Pauta de luta

– Mutirão de ativistas na Linha 5

– Setoriais nas áreas

– Ações jurídicas para impedir a privatização

– Campanha junto à população

– Show com artistas contra a privatização e pela Campanha pela Reintegração

– Carta Aberta à População específica contra a privatização

– Campanhas de fotos de apoio à Linha 5 (participe também por meio das redes sociais)

– Realizar uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa

– Reunião no Sindicato, com sindicatos, movimentos sociais e todos contra a privatização do metrô

 
 
 
Anos de luta
 
 

Fundada em 1945, a Federação Sindical Mundial, foi precursor de uma nova era que se iniciou com a resistência dos povos sob o nazi-fascismo colocando fim à 2ª guerra mundial. Nestes 70 anos, a organização cresceu e fortaleceu o sindicalismo classista no mundo.  Para celebrar a data, a FSM, por meio de seu conselho presidencial, delegou a responsabilidade de promover no Brasil um simpósio internacional alusivo a esta histórica data de fundação da FSM.

encontro ocorrerá de 1º a 3 de outubro 2015

Hotel Jaraguá, rua Martins Fontes, 71 - Centro - São Paulo

Inscrições pelos e-mails:    info@wftucentral.org      ust@ust.org.br

 
Confira a Programação:
 
01/10 – Quinta-feira
19 horas – solenidade de abertura
02/10 – Sexta-feira
Manhã: A geopolítica e os projetos de integração
1ª mesa: Associação Transalântica de Comércio e Investimento em foco
2ª mesa: A CELAC em foco
Tarde: A geopolítica e o sindicalismo
3ª mesa: Os desafios atuais da classe trabalhadora
4ª mesa: FSM 70 anos: Uma história classista e de luta
Local: Hotel Jaraguá, rua Martins Fontes, 71 - Centro
03/10 – Sábado
Ato anti-imperialista e Confraternização cultural
 
 
 
 

Diretores de Roraima e Brasília visitaram a sede da UST Nacional

Na tarde desta sexta-feira (7 -8-2015), os Diretores da UST de Roraima e Brasília, Avenir Rosa e Marino Teixeira, visitou a sede da UST Nacional em São Paulo. Na visita também estiveram presentes os Diretores Jose Henrique e Izidoro Santos. O presidente da UST Nacional, Carlos Borges, recepcionou os convidados e apresentou a sede da Central. Carlos Borges parabenizou a visita e ressaltou a importância da ação para o fortalecimento na Região Norte do Brasil e considerou a iniciativa dos companheiros de extrema importância para movimento sindical na atual conjuntura, tanto na política quanto na economia do país.

Os participantes da reunião analisaram a conjuntura no sentido de avaliar sobre o cenário político nacional e apresentar a agenda de luta da UST, para garantia de ampliar direitos e contra o retrocesso do ajuste fiscal, medidas do Governo Federal que afetam diretamente a classe trabalhadora.

A UST continua a luta, de forma independente do governo, partidos políticos e patrões contra as Medidas Provisórias 664 e 665 por entender que elas são contra a classe trabalhadora, proposto pelo Ministro Joaquim Levy do Governo   Dilma.

                          
 
CBAPI participara do Encontro da UIS
União Internacional dos Sindicatos Aposentados
 
 
Quito - Equador
 
Representante do CBAPI participara entre 29 e 30 de setembro do Encontro Internacional do Sindicalismo aposentados promovido pela UIS aposentados, que acontece em Quito, no Equador. O evento vai reunir sindicalistas de vários países das Américas para discutir a organização da classe trabalhadora aposentados diante dos ataques impostos pelos  e governos que temos assistido os mais graves efeitos da atual crise politica econômica mundial, só tem feito aumentar o desemprego, a miséria e acabar com os serviços públicos e direitos trabalhistas. A delegação brasileira conta com representantes da CBAPI entidade filiada à Central Sindical UST, representado pelo vice-presidente internacional Carlos Borges.
No Brasil, os efeitos da crise já começam a ser sentidos com a desaceleração da economia, a resposta da presidente Dilma Rousseff atende exclusivamente aos interesses dos patrões, com o ajuste fiscal e a desoneração da folha salarial e os pacotes de benefícios fiscais aos patrões, sem proteger os empregos e direitos trabalhistas. CBAPI se integra a organizações internacionais para buscar fortalecer sua unidade e organização, buscando ações de solidariedade e unificadas em defesa de seus direitos dos aposentados, entendemos que é de muita importância esse encontro. No evento, estarão presentes entidades sindicais e do movimento social de vários países.

Objetivo do encontro é fortalecer solidariedade e buscar unificação das lutas dos trabalhadores aposentados

                 
 
UST é convidada a participar da Conferência
Latino Americano Sindicatos dos Bancários

 

26 e 27 de agosto 2015   Lima – Peru
 
O Sindicato Único de Trabalhadores do Banco Nacional do Peru, SUTBAN, União Internacional de Sindicatos de Trabalhadores dos Bancos, Finanças e Seguros – UIS – União Internacional Sindical dos BANCARIOS-BIFU e a FSM; convocar e convidar sindicatos a Conferência América Latina e Caribe os 26 e 27 Agosto a se  realizar em Lima, Peru. Na sequência da crise do sistema capitalista e agravou o que aconteceu em 2008 Estados Unidos; a situação dos trabalhadores no sector Bancário, Finanças e Seguro foram afetadas em todas as regiões.
 
Central Sindical UST rejeita PPE que reduz
salário dos trabalhadores em até 30%
 
Com os aplausos e alegria do empresariado e as maiores centrais sindicais do país, a presidente Dilma (PT) implementou mais uma medida que aprofunda os ataques aos direitos e ao nível de vida dos trabalhadores, cujas as regras são válidas até 2016. Chamado de PPE (Programa de Proteção ao Emprego ou expressando objetivo real do Programa De Proteção ao Lucro), ao contrário do que se vende com esta medida, o emprego dos trabalhadores não será salvo. Trata-se de uma falsa estabilidade. O que se preserva com o PPE é o lucro dos empresários, com  esse projeto as centrais e governo protege mesmo os interesses dos empresários. O PPE reduz os salários e a contrapartida dos empresários à manutenção do Lucro se somando a uma série de impacto nefasto da Medida provisória 680-15, apoiada pelas Centrais e assinada pelo Governo.
A PPE se soma a uma serie de ataques do governo, com as MPs 664 e 665, que tira direitos, como seguro desemprego, pensão por morte e a formula do Fator Previdenciário 85/95, a nova fórmula para aposentadoria, segue forçando o trabalhar até morrer.
O programa só tem um objetivo: aumentar o lucro dos patrões diminuindo os salários dos trabalhadores que irá aumentar o apertado no orçamento das famílias brasileiras, pois permite aos patrões a redução do salário do trabalhador. Governo Dilma (PT) afirmou nos seus programas eleitorais “deixo aqui a minha palavra, nós que lutamos tanto para garantir salários e empregos não vamos permitir que nada neste mundo, nem crise, nem inflação, nem pessimismo, nem falsas promessas, tire de você o que você conquistou”, menos de um ano depois, quem paga o preço são os trabalhadores.   Ao contrário do que se vende com esta medida, o emprego dos trabalhadores não será salvo. Ao contrário de incentivar o diálogo e a negociação, falácias vendidas por essas centrais, esta medida é mais um socorro do governo ao empresariado, as montadoras de veículos receberam mais de 27 bilhões de reais nos últimos 10 anos, através de incentivos fiscais. As grandes Centrais Sindicais Infelizmente apoia a PPE e abandonou o discurso da redução das 40 horas semanais sem redução de salário, estamos no aguardo de uma reavaliação deste setor do sindicalismo brasileiro, apesar da retórica: “O programa é bem-vindo, vem em boa hora”, “vitória dos trabalhadores”, “o capital e junto aos trabalhadores”.
 
 
 
Congresso mundial da mulher

CHIPRE

 01-02 novembro de 2015
 

A história do movimento sindical tem surgido grandes lutadoras, que, juntamente com os trabalhadores do sexo masculino ter feito mais para o progresso social, a justiça social, da liberdade de associação e direitos trabalhistas.  O movimento sindical de classe tem dado e continua ao papel de protagonista para trabalhadoras, as mulheres sindicais, as mães que trabalham. Hoje mais do que nunca, nas condições da profunda crise do sistema capitalista, os direitos e as conquistas das mulheres trabalhadoras estão sendo atacados.

O FSM tem feito muitas ações importantes para as mulheres que trabalham em vários níveis, na continuação de todas estas iniciativas, estamos prontos para realizar em Chipre, o Congresso Internacional de Sindicalistas das mulheres trabalhadoras, aos membros e amigos da FSM. Nossa esperança é que esta conferência se tornará um passo importante para a igualdade de direitos, igualdade no emprego, salários e segurança social.
                                   
 
Debate a organização   Congresso Estadual
A reunião deu início ao debate das primeiras plenárias de organização da UST Rio Grande do Norte, com planos de luta para todo o estado.amos organizar o congresso estadual, com filiação de sindicatos em varias categorias para lutar e avançar na conquista de mais direito aos trabalhadores. O primeiro congresso estadual também tratará da atualização do projeto político-organizativo da UST e o fortalecimento da ação sindical nos estados da região Nordeste do Brasil.
        
 
campanha salarial da educação na rede municipal
 
     Os professores da rede pública do município de São Paulo ocuparam frente da prefeitura nesta sexta-feira, 15 de maio, a manifestação realizada  no período da tarde, os representantes do governo receberam a proposta e vários itens, questões funcionais, condições de trabalho, isonomia entre ativos e aposentados, saúde e segurança dos trabalhadores, entre outros itens, para de garantir valorização profissional e qualidade da educação para todos. A luta continua no dia 29 de maio, a categoria convoca nova concentração, a luta é pra valer o Prefeito vai tremer...
.                                .