Central Sindical
 
UNIÃO SINDICAL DOS TRABALHADORES














 

Carlos Borges
Presidente  Nacional


 
 
 

Unir para avançar


3 outubro de 2014
Dia Internacional de Ação
Todos à Praça da Sé!
10 horas
 
A Federação Sindical Mundial convoca a todos a se unirem à chamada para o Dia Internacional de Ação 3 de Outubro, 2014. Protestos, marchas, greves, conferências e atividades serão organizados em cada canto do mundo. Companheiros brasileiros, militantes do movimento sindical classista, filiados e amigos da Federação Sindical Mundial, convidaram para o ATO no dia 3 de outubro na Praça da Sé às 10 horas.
Unimos nossas vozes e mostramos nossa determinação na ação conjunta com nossos irmãos e companheiros em todo o mundo, marchando com entusiasmo por alimentos, água, livros, medicamentos e moradia para todos. Para a Federação Sindical Mundial, uma vida digna pressupõe que todas estas demandas dos trabalhadores sejam resolvidas. Vida digna pressupõe que as massas populares tenham trabalho estável, um bom salário, boas aposentadorias, seguridade social pública, educação gratuita e pública. Um presente e futuro dignos significa trabalho estável conectado com o conhecimento.

União Internacional de Sindicatos dos Trabalhadores do Transporte

XIII Congresso Internacional

Finaliza com grandioso sucesso o XIII Congresso da UIS Transporte Santiago do Chile - 2014

Durante os dias 5 e 7 de setembro de 2014, realizou-se na cidade de Santiago, no Chile, o XIII Congresso da União Internacional Sindical (UIS) Transporte e que contou com a participação de 80 representantes sindicais de 27 países, para debater a situação dos trabalhadores e trabalhadoras do setor de transportes e de comunicação, além de apontar novas políticas de lutas contra a exploração patronal.

A Central Sindical União Sindical dos Trabalhadores (UST) participou ativamente das atividades e dos debates no congresso, sempre defendendo sua posição classista, democrática e independente. Defendeu também a necessidade de trabalhar a formação político-ideológica dos trabalhadores se comprometeu em aplicar as resoluções aprovadas no Brasil. Entre os novos membros eleitos para a gestão 2014-2018, Wilson Santos, vice-presidente internacional da UST e filiado ao Sindicato dos Aeronautas, foi eleito responsável pela Comissão de Transporte Aéreo.

A UIS Transporte é uma organização setorial da Federação Sindical Mundial (FSM), que agrupa os trabalhadores dos transportes marítimos, terrestres, aéreo e também trabalhadores do setor de comunicação. É uma organização classista, democrática e combativa.

Desde a chegada dos delegados até o último dia do congresso, foram realizadas intensas atividades como a participação na Marcha Pelos Direitos Humanos, em comemoração do 11 de setembro de 1973, Golpe Militar Fascista no Chile.  Após a abertura oficial do congresso, foi dada a palavra para os delegados fazerem da tribuna um espaço de denúncias, críticas e construção do movimento sindical classista tão necessário para combater as políticas antitrabalhistas promovida pelo capitalismo em crise mundial. Por meio das diversas intervenções dos companheiros e companheiras dos vários países, notou-se um apelo urgente pela unidade dos trabalhadores contra o mesmo inimigo: o capitalismo.

Apenas a organização classista dos trabalhadores do mundo pode vencer a repressão promovida pelos patrões contra o movimento sindical classista. Assim, com esse consciência combativo os delegados elegeram a nova direção executiva que terá a dura tarefa de desenvolver a luta sindical classista por mais quatro anos.

 

Viva o XIII Congresso da UIS Transporte – FSM!

Viva os Trabalhadores e trabalhadoras do mundo!

Abaixo a exploração patronal!








 
Diretoria Provisória assumirá

Lideranças sindicais da UST Pará escolhe nova diretoria provisória para reger a organização do próximo congresso estadual. O presidente da UST Pará Joaquim Tavares defende que se torna necessária a realização da campanha de filiação de sindicatos na UST, a expectativa dos lideres é positiva no sentido de filiação sindical, permitindo um fortalecimento da classe trabalhadora do Pará.

 UST Aquidauana - MS

Repudiamos piada do Ratinho contra a população de Aquidauana

 

O Presidente Ênio do  Sindicato dos Servidores de Aquidauana – MS, filiado UST,  declara repudio a piada  do apresentador Ratinho do SBT, contra o povo de Aquidauana e exige  direito de resposta e retratação publica.  Em cadeia nacional, o apresentador junto com seus compassas tem como objetivo e pratica do programa é escrachar  povo, agora foi a vez Aquidauana, fez piada desqualificado a população com insinuação sugestivo com o nome da Cidade.

 

As eleições e a posição classista dos trabalhadores
 
Por Wilson Santos, Vice Presidente     15 de agosto de 2014 

            As eleições institucionais no Brasil para os diversos cargos do poder executivo e legislativo têm se tornado um resumo sobre o que é a democracia no tal Estado de Direito burguês. A forma de participação do povo na esfera da tomada de decisão da administração pública proposta pelo governo dos ricos é a representatividade por meio do voto obrigatório. Passado o período eleitoral ao cidadão comum cabe apenas esperar por mais quatro anos a realização das propostas dos candidatos eleitos. Essa é a festa da democracia. Festa para uns poucos e tristeza e decepção para a maioria.

Diante dessa dissimulação de candidatos e partidos concorrendo aos diversos cargos públicos, o cidadão não percebe a sutil diferença das alternativas ideológicas oferecidas nas campanhas políticas e acaba escolhendo o seu candidato apenas por critérios subjetivos como a beleza ou simplesmente porque algum demonstra mais simpatia que o outro. O que está oculto é uma campanha ampla contra a ideologia da luta de classes, ou seja, uma campanha da luta dos trabalhadores pela sua emancipação do capitalismo.

Cada vez mais os candidatos vêm se escondendo por detrás do senso comum, apelando para a ausência do pensamento crítico do eleitorado, criado e mantido pelo pensamento burguês em que há a possibilidade de existir de forma pacífica uma sociedade onde todos, patrões e trabalhadores, ricos e pobres, possam viver sem conflitos sociais, econômicos e culturais. Definitivamente a ideologia dos trabalhadores não é a mesma dos patrões. No atual sistema político, econômico e social que existe no Brasil, o capitalismo, o papel dos trabalhadores nada mais é que vender sua força de trabalho para o patrão em troca de um mísero salário que lhe mantêm vivo até a próxima jornada de trabalho.    leia mais..


UST  BAHIA
 
Dirigentes sindicais realizam proposta de Ação Sindical Regional da UST Bahia no dia 12 setembro
 
O desenvolvimento regional da Bahia e o papel da UST no processo e discutir a importância da Plataforma Politica da UST como as ações, mobilizações e filiação sindical.  Sindicatos que reunirá em Vitoria da Conquista, Bahia, nos próximos dias 12 de setembro com dirigentes Nacional, Presidente Carlos Borges, Vice Presidente Carlos Reis e o Diretor Nacional Aldemar José dos Santos (DEMA) .
 
Esse encontro dá continuidade ao processo de fortalecimento da campanha de filiação sindical à UST para ampliar a integração da região Bahia coa a UST nacional.
 
Para participar dessa discussão convidamos as lideranças sindicais e os movimentos sociais para o desenvolvimento regional. Segundo o Presidente Nacional, Carlos Borges, as central têm intensificando cada vez mais as luta por direitos trabalhista de todas as categoria e se unido em todo o país em uma luta pelo fortalecimento da classe trabalhadora como um todo.
UST no Chile protestam em apoio a palestinos
no centro de Santiago - Chile
UST - Carlos Reis - Vice Presidente e Tereza Diretora das Mulher presente no  ato contra o massacre na Faixa de Gaza em solidariedade ao povo palestino que aconteceu neste sábado, dia 02, cerca de duas mil pessoas pediram ao governo chileno para romper relações diplomáticas com Israe, uma manifestação a favor do povo palestino. "Estamos pedindo que a presidente Michelle Bachelet expulse o embaixador de Israel e que rompa relações com Israel. Queremos dizer ao mundo que os chilenos são contra o massacre", disse aos jornalistas Mauricio Abu-Gosh, presidente da Federação de Palestinos no Chile.

Centrais sindicais na disputa eleitoral
Carlos Borges  Presidente

As Centrais Sindicais atuam no sentido eleitoral e não deixa dúvidas quanto à defesa de uma política nacional-desenvolvimentista, para isso, defendem a aliança com a burguesia e, consequentemente a “harmonia entre capital e trabalho”. Centrais que representa a burocracia e a aristocracia sindical, atuando ao lado da burguesia democrática contra a organização sindical séria. A burocracia e a aristocracia sindical estrangulam a independência dos sindicatos sérios em relação ao Estado burguês, no qual os apoios são trocados por cargos no Executivo e na política de conciliação e compensação, para manter seus cargos e privilégios, através da traição mais descarada e aberta aos interesses dos trabalhadores. As Centrais articulam coligações nacionalistas com a esquerda reformista, revisionista, reproduzindo o mito do Estado protetor e provedor de direitos para aumentar seu espaço na política institucional, com característica intrínseca de tutelar as massas trabalhadoras.   leia mais...

Lutas, conquistas continua na reeleição do Deri Sindicato dos Bombeiros Civil
O salão do plenário do SindBombeiros de São Paulo  ficou lotado, mais de 100 pessoas participaram da festa da posse da diretoria eleita. O evento, realizado na tarde desta sexta terça (15).
 A posse contou com a presença de autoridades e lideranças sindical como SindBombeiro Bahia, SindBombeiros de Santa Cartarina e SindBombeiros do Espirito Santo representado pelo Presidente Zivan, além da UST representado pelo Carlos Borges, que expos, um pouco da história da entidade representativa dos trabalhadores que dedicou-se diuturnamente a promover um projeto que privilegia o movimento sindical do Brasil, já é conhecido por sua força,  com lutas e conquistas da organização sindical. Já empossada, Derivaldo Alves do Nascimento, presidente reeleito, saudou os presentes e falou em nome da nova gestão da organização. Em seu discurso, a dirigente afirmou que este grupo dará continuidade a trajetória de combatividade e mobilização, tendo em vista apostar sempre na melhoria das condições de vida do trabalhador.

.                                .